// CLIQUE PARA VER TODAS AS NOTÍCIAS

Ibatiba participa de evento do PAES no Espírito Santo

O principal objetivo do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes) é a melhoria dos indicadores educacionais dos estudantes da educação básica n

29/03/2017 - 17:52hs, Postado por Comunicação, Fonte: Assessoria de Comunicação Ibatiba participa de evento do PAES no Espírito Santo

Foto: Divulgação

O prefeito Luciano Pingo, o secretário de educação, Djalma Gonçalves, Vereadores e uma pedagoga do Município estiveram, ontem (28), no Palácio Anchieta em um encontro que marcou a assinatura da Lei que Instituiu o Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo (PAES).
 
Na solenidade o governador Paulo Hartung e o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha, anunciaram que o Governo Estadual está viabilizando o financiamento de R$ 200 milhões para construção de creches e ações para fortalecimento da aprendizagem dos estudantes capixabas, e presentaram dados da educação em 2016 para um público de 56 prefeitos de diversos municípios capixabas, secretários de educação, dentre outras autoridades.
 
O Pacto
 
O principal objetivo do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes) é a melhoria dos indicadores educacionais dos estudantes da educação básica no Espírito Santo, envolvendo domínio de competências como leitura, escrita e cálculo adequado à idade e ao nível de escolarização,. A proposta é desenvolver um programa com a união de esforços entre o Governo do Estado, as prefeituras, a sociedade civil e a iniciativa privada, com ações focadas nas salas de aula, que resultem em avanços significativos de aprendizagem dos estudantes do ensino fundamental.
 
O Pacto está estruturado em três áreas de atuação: Apoio à Gestão - que envolve a instituição formal do Pacto e a estrutura necessária para o seu funcionamento; o Fortalecimento da Aprendizagem – que se relaciona à padronização de currículo e material didático no ensino fundamental, formação de professores e gestores escolares, monitoramento/avaliação da aprendizagem, estímulo e valorização da produção literária local e leitura dos estudantes e incentivos à melhoria de resultados nas redes de ensino; e também a Infraestrutura e Suporte – que propõe estratégias para suprir demanda por educação infantil e organização das redes visando à otimização de recursos e à potencialização de resultados.
 
A Lei
 
Com a nova Lei, sancionada pelo governador Paulo Hartung nesta terça-feira (28), para dar maior agilidade e eficiência das atividades desenvolvidas pelo Pacto, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) fica autorizada a firmar acordos de cooperação técnica e financeira com os municípios capixabas, com instituições de ensino superior públicas, privadas e fundacionais, organizações da sociedade civil e outros entes federativos.
 
Além disso, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) fica autorizada a conceder bolsa de pesquisa e de extensão tecnológica a servidores públicos, ou não, com o objetivo de realizar pesquisas e ministrar treinamentos e capacitações das equipes da Secretaria de Estado da Educação e dos técnicos e professores da rede municipal de ensino, para os fins da execução das ações de cooperação técnica no Pacto.
 
Também será criada uma estrutura organizacional básica da Sedu, a Unidade de Fomento à Colaboração para Aprendizagem no Espírito Santo, para coordenar em nível estadual as ações do Pacto.
 
 
Parceria com o Ceará
 
A Sedu identificou o case do Ceará como uma das experiências mais exitosas identificadas no Brasil, em termos de “regime de colaboração” entre Estado e municípios.
 
Em 2007, o Ceará instituiu um desenho de política pública inovador com um pacto de cooperação entre o Estado e os 184 municípios para alfabetização das crianças até o segundo ano de escolarização. De lá para cá, essa política vem se revelando uma das mais bem sucedidas estratégias de correção da distorção idade-série. Crianças alfabetizadas nos primeiros anos de escolarização ampliaram significativamente as chances de sucesso nas demais etapas da educação básica.
 
O regime de colaboração cearense foi concretizado por meio da implantação do Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC), que propôs ações para melhoria dos resultados de aprendizagem dos alunos da rede pública até o 5° ano de escolaridade, com atuação focada em cinco eixos: 1) gestão municipal; 2) alfabetização; 3) educação infantil; 4) formação do leitor; 5) avaliação externa. O PAIC tornou-se referência nacional em virtude dos significativos avanços registrados na aprendizagem dos alunos, dentre os quais podemos destacar uma evolução do patamar de 39 % em 2007 para 90% em 2015, de crianças com nível desejável de alfabetização, segundo o Sistema Permanente de Avaliação Básica (Spaece-Alfa) aplicado pelo Estado do Ceará no 2° ano do ensino fundamental. O avanço também foi observado com relação ao IDEB, que em 2015 foi de 5,9 para os anos iniciais do ensino fundamental e de 4,8 para os anos finais.
 
Diante da experiência exitosa e da atitude de colaboração do Estado do Ceará, após o pedido formalizado pela Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo, o “Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo” contará com o apoio técnico do Governo do Estado do Ceará, que envolve compartilhamento de metodologias e materiais já consolidados e que resultaram em ganhos significativos na aprendizagem dos alunos.
 
Fonte: SEDU

 

Prefeitura Municipal de Ibatiba

Rua Salomão Fadlalah, n.255, Centro, Ibatiba/ES | CEP: 29395-000 | (28) 3543-1654

Desenvolvido em Software Livre por Logomarca da Imppactmidia