11/05/2018 08h33 - Atualizado em 14/05/2018 13h01

Cozinha Capixaba traz à Ibatiba Juarez Campos, renomeado Cheff da Gastronomia

O renomado Chef Capixaba de experiência internacional, Juarez Campos, participou do Cozinha Capixaba em Ibatiba, nesta quarta-feira (09).

O Chef falou que o Projeto possibilita a valorização dos produtores e produtos locais e ele defendeu que se deve parar de internacionalizar a gastronomia e passar a valorizar as raízes, dando como exemplo a forte influência mineira em Ibatiba, que para ele pode ser um ponto de partida para definir referências da gastronomia municipal, a partir da especialização dos cozinheiros em pratos específicos. “A grande importância desse projeto chamado Cozinha Capixaba é a gente ter a oportunidade de visitar os municípios e descobrir o potencial gastronômico de cada município, conhecer os cozinheiros, fazer os cozinheiros locais se conhecerem, que é muito importante porque eles trabalham muito, mas não tem contato entre si, eles têm que ser amigos e perceber que eles juntos são muito mais fortes, que separados. Explorar receitas tradicionais que estão nos caderninhos de receitas, as receitas que eles têm na família deles e valorizar, não só o produtor local, valorizar a gastronomia local com as suas raízes”.

E Juarez não só defendeu a valorização das raízes, como trabalhou em um prato muito acessível e reconhecido na região, uma carne de porco recheada e um feijão tropeiro, que, depois de pronto, todos puderam degustar.

Para o empreendedor local, Anderson Gonçalves, foi uma oportunidade muito especial ter a aula com o Chef Juarez e, para ele, o curso pode abrir portas no mercado de trabalho. Anderson registrou ainda que deseja que muitos outros cursos como esse aconteçam no município. “Tivemos retorno em conhecimento em geral, aprendizado com chefe que já rodou o mundo inteiro, aprender coisas que a gente, até então, achava que era muito difícil e se tronaram fáceis aqui hoje com o chef.”

Marcos Poubel, outro empreendedor local, destacou a valorização das raízes: “Achei muito importante a iniciativa do Estado junto com as Prefeituras, para valorizar e resgatar nossa gastronomia. O próprio chef de cozinha falou que a gente está jogando fora nossa própria origem, nossa própria gastronomia, rica, muito rica no nosso país. Então, hoje, estamos sofisticamos o que tem na nossa região, que é típica tropeira, um feijão tropeiro mais sofisticado, com um acompanhamento mais sofisticado, então, estamos enriquecendo ainda mais nossa identidade. A ideia foi muito boa”.